Buscar
  • Fran Acosta

Plantas permanentes: sem manutenção e sempre verdes!

Opção é ideal para quem quer ter um espaço verde, mas não tem tempo ou habilidade para cuidar das plantinhas naturais.


Uma maneira interessante de aplicar as espécies permanentes em casa é fazer um jogo entre as plantas naturais e as artificiais/ Foto: Getty Images


As plantas permanentes são resistentes, estão sempre vistosas e, atualmente, com um aspecto ainda mais natural. Feitas de plástico, borracha ou silicone, não precisam de rega, luminosidade natural nem adubo periódico. Ainda assim, estão sempre com aspecto fresco e agradável. “Tanto que tornaram-se objeto de desejo na casa de quem quer ter um espaço verde, mas não tem tempo nem habilidade para cuidar”, afirma Fran Acosta, designer de interiores do escritório Fran Acosta Interiores.


Segundo ela, um dos destaques da Ambiente 2019, feira de decoração em Frankfurt, na Alemanha, foi a presença unânime de plantas artificiais nos estandes de marcas de interiores. “O estilo ‘floresta urbana’ cresce a cada dia e chegou para ficar. Ele surgiu de forma natural, mas com a falta de tempo e a rotina cada dia mais atarefada fez com que o verde permanente ganhasse mais espaço nos lares brasileiros. Até porque, essas vegetações oferecem uma ornamentação tão expressiva e bonita quanto natural. As plantas, mesmo que artificiais, promovem a sensação de bem-estar e podem transformar qualquer espaço em um verdadeiro refúgio”, certifica a profissional.


Durabilidade e realismo

“Vale colocar em todos os ambientes da casa, como salas, banheiros, lavabo, escritório, sacadas e cozinhas. Onde tiver espaço pode colocar, pois o resultado é sempre maravilhoso. No entanto, é essencial ficar atendo ao material. A dica é observar a coloração e a forma das folhas. Escolha aquelas que sejam mais próximas das plantas naturais”, afirma Fran.

Ela explica ainda que costuma indicar os modelos em silicone, porque têm mais durabilidade e não perdem a coloração facilmente. “Isso sem contar a aparência exuberante, o toque de realismo e a facilidade de limpeza. Deixo como sugestão também os tipos de seda fina ou poliéster. São uma boa pedida para a decoração, sempre têm aparência natural, mas a desvantagem é a tendência de desbordar ou desfiar com o passar do tempo”, conta ela.


Uma maneira interessante de aplicar as espécies permanentes em casa é fazer um jogo entre as plantas naturais e as artificiais. “A mistura vai criar cores e texturas no ambiente. Com a tecnologia avançada, as plantas artificiais são muito realistas. Quando colocadas ao lado de espécies naturais, é difícil perceber a diferença”, comenta a especialista.


Limpeza

Os principais cuidados são:


- Remova a poeira, para não acumular uma camada branca sobre as folhas;

- Não use sabão em pó para limpá-las;

- Não deixe de molho;

- Sempre que lavar, deixar secar na sombra.


“A limpeza pode ser feita com um pano seco e uma leve sacudida uma vez por semana, para dispersar o pó acumulado. Nada que uma assopradinha não cuide! Mas pode utilizar um espanador de penas ou o secador de cabelo”, recomenda a designer.

Além disso, caso haja a necessidade de uma limpeza mais profunda, a profissional indica a utilização de detergente neutro ou até mesmo sabão de coco. “Lave, enxágue e deixe sempre secando em local protegido do sol, de cabeça para baixo”, esclarece.


Tendência

Hoje, o estilo mais consagrado é o jardim vertical permanente. “As pessoas sequer desconfiam que a parede verde seja artificial. Suas folhas e flores são praticamente iguais às espécies naturais, o que faz dele um excelente recurso para manter a estética sem que seja necessário fazer a manutenção constante”, garante ela. Além do mais, o modelo é resistente a mudanças climáticas e ar-condicionado, oferece barreira acústica e é aplicável a qualquer ambiente, principalmente aqueles sem iluminação natural.


De acordo com a designer do Fran Acosta Interiores, o metro quadrado de um painel vertical custa aproximadamente R$ 1.200. Já os mais em conta são os vasinhos de suculentas permanentes, com preços que partem de R$ 14. “Minhas clientes amam as paredes verdes e as suculentas. Elas são tão reais! Definitivamente, vieram para ficar e merecem um lugarzinho especial da decoração”, conclui.


1 visualização
  • Pinterest
  • Instagram
  • Facebook

ARTE E BOM GOSTO

CNPJ: 08.655.949.0001- 31 

 Av. Elísio Cordeiro de Siqueira, 731 - São Paulo -SP  CEP: 05.136.000 

arte_bomgosto@hotmail.com Tel: (11) 3904-6776