Buscar
  • Fran Acosta

Reforma de casa: saiba quais mudanças valorizam o imóvel

Instalar um aparelho de ar-condicionado, trocar o piso e consertar o banheiro podem elevar em até 30% o valor do bem.


Reformar a fachada, refazer as instalações elétricas e hidráulicas, atualizar a planta e dar um novo uso para o quartinho da bagunça pode representar uma valorização importante de imóveis antigos. “Já vi propriedades dos meus clientes passarem a valer 15% ou 20% a mais após uma correção. Alguns até 30%”, afirma Fran Acosta, designer de interiores do escritório de decoração Fran Acosta Design de Interiores.


Segundo ela, os pontos fundamentais para a valorização do bem são a modernidade e a segurança, além do bem-estar. “Se a casa está à venda há algum tempo, a localização é boa e o espaço também, mas até agora ninguém se interessou ou quer pagar menos do que está no anúncio, talvez seja hora de investir em uma reforma”, comenta Fran.


Ela esclarece ainda que sempre que projeta uma alteração no imóvel de um cliente, pensa: “quais mudanças vão valorizá-lo? Afinal, além de melhorar a qualidade de vida de quem vive naquele local, queremos que o lar passe a valer mais depois de tanto esforço.” Há também casos em que a pessoa tem um patrimônio disponível para alugar ou vender e deseja aumentar seu valor ou velocidade de negociação, realizando alguns reparos simples, mas que contribuam com o lucro.


Se o interesse for justamente a valorização, consultar um profissional e fazer um planejamento é fundamental para não trocar gato por lebre. Fran explica que, dependendo do estado físico da posse, uma pequena restauração, sem gastar muito dinheiro ou muito tempo na renovação, já pode fazer uma grande diferença, “Neste caso, o mais importante é corrigir defeitos.”


Entre eles:

Eliminar o mofo das paredes, aplicando produtos impermeabilizantes;

Aplicar massa corrida ou texturas para cobrir os furos causados por pregos nas paredes;

Substituir: o piso cerâmico talvez seja uma opção melhor do que tacos de madeira envelhecidos;

Caso o piso seja madeira (pode lixar, polir, etc), deixá-lo como uma aparência de novo;

Utilizar tinta lavável na pintura das paredes;

Trocar o forro deteriorado por outro de material durável ou mais sustentável;

Fechar a varanda (caso tenha);

Melhoramento do banheiro ou da cozinha (são essenciais).

Importante ressaltar que “os ambientes que mais valorizam o imóvel são a cozinha e os banheiros”, aponta a designer. “Normalmente, a reforma é rápida. Claro, depende muito do tamanho do apartamento e da qualidade da equipe de mão-de-obra, mas dura em média 15 a 20 dias para entregar, podendo se estender até 30 dias. Importante deixar claro que não estamos falando de consertos estruturais, o qual levaria mais tempo.”


Para tornar viável, faça um bom planejamento financeiro antes de começar e, caso esteja inseguro com relação às decisões, contrate um profissional da área de arquitetura, engenharia ou decoração que possa fazer toda a orientação do início ao fim da obra.


Item por item

Além disso, de acordo com a designer de interiores, a substituição de alguns materiais por outros mais modernos pode contribuir para a elevação do patrimônio. Veja:


Substituição do piso frio, tipo cerâmica, para o de madeira pode incrementar em até 3%;

Instalar um aparelho de ar-condicionado sobe também o valor em 3% (média de gasto para a instalação é de R$ 600 a R$ 800, fora o equipamento);

Mudar as cores das paredes, optando por tons claros na hora da pintura pode contribuir com 10% de acréscimo (custo de R$ 10 por metro quadrado (m²);

Fechar a varanda ou terraço valoriza 7% o valor do imóvel (preço de R$ 400 a R$ 600 o m²);

Reformar o banheiro, a cozinha ou os cômodos mais observados eleva até 10%.

“Ou contrate um home staging para valorizar ainda mais seu imóvel. O objetivo desse profissional é permitir que o espaço do seu apartamento fique mais produzido e, consequentemente, mais atraente. E não esqueça: o mais importante é pesquisar os preços e verificar a qualidade e procedência dos materiais. Evite a compra de algo ruim, independentemente do valor”, aconselha Fran.


3 visualizações
  • Pinterest
  • Instagram
  • Facebook

ARTE E BOM GOSTO

CNPJ: 08.655.949.0001- 31 

 Av. Elísio Cordeiro de Siqueira, 731 - São Paulo -SP  CEP: 05.136.000 

arte_bomgosto@hotmail.com Tel: (11) 3904-6776